Por trás das confissões: reflexões sobre a peça online (In)confessáveis – O jogo da verdade no palco virtual e na coxia solitária

Autores

Resumo

O que se pretende neste relato de processo é refletir sobre os procedimentos de criação da peça online (In)confessáveis – O jogo da verdade, trazendo conceitos de autobiografia e autoficção para pensar o teatro online em tempos pandêmicos. Alémde catalogar o processo do Coletivo Impermanente, tem-se o intuito de compartilhar a experiência do grupo e refletir sobre os desafios e sensações encontrados nesta nova forma de encenar e atuar. Discute-se o hibridismo entre teatro e audiovisual, que faz uma arte tão antiga e artesanal se relacionar intimamente com a tecnologia, saindo do campo da espera e dando lugar ao surpreendente, à descoberta e à experimentação. Palavras-chave: Autobiografia. Autoficção. Teatro online. Teatro brasileiro contemporâneo.

Biografia do Autor

Mariela Lamberti, IA Unesp

Mariela Lamberti é atriz e pesquisadora. Mestra pela ECA/USP e Doutoranda em Artes Cênicas no PPGA do Instituto de Artes - IA/Unesp. E-mail: mariela.lamberti@unesp.br. Orcid no.: 0000-0002-0966-9531.

Brenda Nadler

Brenda Nadler é atriz e assistente de direção. E-mail: brendanadler@hotmail.com.

Lúcia Regina Vieira Romano

Mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC/SP e Doutora em Artes Cênicas pela ECA/USP. Docente no Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquista Filhos"- IA/UNESP. E-mail: <lucia.romano@unesp.br> . Orcid no.: 0000-0001-8528-1793.

Referências

CORNAGO, Óscar. Atuar “de verdade”. A confissão como estratégia cênica. Revista Urdimento, Florianópolis, ano 12, v. 13, p. 99-111, 2009. Disponível em https://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/download/19375/12816. Acesso em: 11/12/2021.

DEBORD, Guy. A Sociedade do Espetáculo. Trad. Trad. Estela dos Santos Abreu. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

FIGUEIREDO, Vera Lúcia. Encenação da realidade: fim ou apogeu da ficção? Matrizes. v. 3, n. 1, p. 131-143, 2009. Disponível em https://www.revistas.usp.br/matrizes/article/view/38247. Acesso em: 13/12/2021.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade 3: O cuidado de si. Rio de Janeiro: Graal, 1985.

LEITE, Janaína. Autoescrituras performativas: do diário à cena. São Paulo: Perspectiva. 2017.

LEJEUNE, Philippe. O pacto autobiográfico: de Rousseau à Internet. Org. Jovita Maria Gerheim Noronha. Trad. Jovita Maria Gerheim Noronha e Maria Inês Guedes. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014.

Publicado

2022-02-05