Sobre a Revista

Foco e Escopo

FOCO E ESCOPO: A equipe editorial da Revista Rebento assume como prioridade a publicação de pesquisas acadêmicas e artísticas originais e inéditas, resultantes do trabalho de artistas-educadores-pesquisadores nacionais e internacionais. Junto a essa produção e a ensaios visuais, são incluídas republicações de textos essenciais às áreas das Artes Cênicas, Artes Visuais e Arte/educação, integrantes dessa Revista de caráter interdisciplinar.

MISSÃO: Criar uma plataforma de divulgação de saberes no campo das Artes Cênicas, Artes Visuais e Arte/educação de modo a fortalecer o encontro entre a pesquisa, a criação artística, contribuindo para a circulação de conhecimentos e o amplo acesso à produção  artística nacional e internacional.

São publicados na Revista Rebento artigos, ensaios visuais, escritos de artistas, processos criativos, resenhas, traduções, entrevistas, resenhas e traduções originais e inéditas, bem como republicações de textos essenciais às áreas integradas pela Revista. Essa produção, resultante de pesquisas artísticas e acadêmicas de artistas-professores-pesquisadores nacionais e internacionais, são publicadas em suas respectivas seções ou, de acordo com a especificidade da edição, congregadas em dossiês.

Processo de Avaliação pelos Pares

Todos as publicações passarão pelo processo de avaliação cega por pares e pela revisão criteriosa. Serão pareceristas da revista Rebento pesquisadores(as) reconhecidos(as) na área, respeitando as posições expressas nos artigos e sem a divulgação dos autores dos trabalhos submetidos. A publicação está atenta às discussões sobre ciênica aberta e acesso amplo de dados. Prevê-se o prazo máximo de seis meses, da submissão à publicação. 

Periodicidade

A revista Rebento é uma publicação semestral

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização e circulação do conhecimento.

Sponsors

Programa de Pós-Graduação em Artes do Instituto de Artes da Unesp - PPGA IA/Unesp-SP

Departamento de Artes - DeArtes do Instituto de Artes da Unesp 

 

Histórico do periódico

A Revista Rebento foi criada em 2010, no extinto Departamento de Artes Cênicas, Educação e Fundamentos da Comunicação do Instituto de Artes da Unesp (DACEFC/ IA-Unesp), em São Paulo, com o nome Rebento - Revista de Artes do Espetáculo. Nasceu do impulso de seus coordenadores editoriais, Profs. Drs. Alexandre Luiz Mate e Mário Bolognesi, ao lado de outros pesquisadores e docentes do Departamento, responsáveis também por sua continuidade nos primeiros seis anos.

A partir de 2017, o lançamento das edições tornou-se semestral, alterando o caráter anual, em vigor desde sua fundação. O volume de número 5 (de 2015) foi o ultimo em que a Rebento teve edições em papel e em versão digital. De início um dos expoentes do Portal de História do Teatro sem Cortinas, hoje integra o Portal de Periódicos do IA  (http://www.periodicos.ia.unesp.br/index.php/rebento).

A orientação das edições da Rebento é temática, relacionando-se de início aos temas dos eventos realizados no Instituto de Artes. Em 2010, o volume de estreia da Rebento, com 92 páginas, apresenta textos derivados dos encontros da I Semana de Estudos Teatrais, intitulada “Persona & Personagem” (de 2008). Em 2011, o volume 2 da revista, com 99 páginas, resultou da II Semana, intitulada “Dramaturgia: As Tessituras da Cena” (de 2010). Em 2012, o volume 3 registra a III Semana, “As formas Fora da Forma” (de 2011). O volume 4, com 192 páginas, relaciona-se à IV Semana, “As Urdiduras da Performance” (de 2012). O volume 5 reuniu as Semanas realizadas em 2013 e 2014, articulando os assuntos “A Força do Teatro de Grupo na Cidade de São Paulo” (tema da V Semana, de 2013) e “A Força do Teatro de Grupo no Brasil” (objeto da VI Semana, de 2014).

Analisando esse corpus, o sujeito teatro de grupo emerge como motivador das principais discussões e explorações práxicas, assim como a interlocução entre docentes, pesquisadores independentes e artistas da cena teatral, entrecruzando as visões daqueles e daquelas oriundos dos cursos de Graduação e Pós-Graduação da Unesp a outros pontos de vista, nascidos de experiências várias no campo teatral. Quando não resultantes das Semanas, os textos mantém estreita relação temática com a produção contemporânea em artes, em diálogo com modalidades do fazer artístico historicamente de resistência à formas meramente “comerciais”.

A Revista Rebento tem como característica de sua linha editorial inaugural a ênfase nos processos de criação e ao registro dos próprios realizadores, em composição a outras produções textuais de natureza mais teórica; ao lado da escuta aberta à diversidade característica do conjunto de sujeitos envolvidos na prática artística e nos eventos realizados no Instituto de Artes, e a colaboração entre os estudantes dos cursos Graduação e Pós-Graduação do IA/Unesp e os docentes, exemplificando o cruzamento entre criação artística, pesquisa científica e formação acadêmica em nível de Graduação e Pós- Graduação.

A Rebento inaugurou em 2017 sua edição eletrônica e ingressou no Portal SEER - Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas, do Ibict (determinando novos procedimentos de submissão, avaliação, diagramação e difusão). No mesmo ano, a editoria efetuou revisões na periodicidade (de anual para semestral), na estrutura administrativa (na Coordenação Editorial) e no comitê científico (nos Conselhos Editorial e Consultivo) da revista. O novo desenho atendeu à ampliação da proposta da Rebento e às mudanças no campo das artes, incluindo as recentes políticas editorias para a produção científica nacional.

A atualização do periódico determinou ainda o estreitamento de sua relação com as pesquisas em Pós-Graduação, integrando-se ao Programa de Pós-Graduação em Artes do Instituto de Artes da Unesp e atravessando, assim, as fronteiras que limitam os espaços da criação artística, do ensino das artes e da ação cultural, assim como entre as Artes Cênicas, Artes Visuais e Arte/educação

O novo perfil da Revista Rebento, que se configura a partir de 2017, persegue o projeto de uma revista acadêmica revisada por pares e relevante para o aprimoramento da pesquisa e prática em Artes Cênicas, Artes Visuais e Arte/Educação no Brasil; estreitando o diálogo desses campos com outros setores sociais, culturais e acadêmicos e interligando contextos nacional e internacional. Embora aberta à análise teórica, a publicação busca fortalecer a conexão com as práticas artísticas e experiências vivenciadas. Juntamente com a ênfase textual que vinha caracterizando a Revista, a publicação procura empregar recursos visuais que também representem a produção e a pesquisa acadêmica em artes. Desenha-se, portanto, um periódico interdisciplinar, que se constitui como fórum de debate que contemple teorias críticas, práticas transculturais, processos criativos híbridos, identidades de gênero e raça/etnia, questões de fundo social, arte/educação e metodologias de pesquisa baseada em artes.