Entre a Pedagogia Performativa e a Pedagogia da Performance: discussões do ato de afetar no âmbito da pedagogia do teatro

Autores

Resumo

A presente pesquisa, tendo por base um arquivo constituído por artigos garimpados em periódicos científicos das áreas da Educação, das Artes e das Artes Cênicas, buscou mapear e refletir sobre as discussões pertinentes às áreas da pedagogia da performance e da pedagogia performativa, ambas a incrementar os discursos atuais do campo da pedagogia do teatro, no que diz respeito ao ato de afetar, por meio do tripé ação, interação e relação. Assim, partindo de diferentes abordagens sobre as ideias de performance – social, cultural e artística –, buscou-se escrutinar, pelas dizibilidades identificadas, pontos de convergência e divergência entre os campos da pedagogia da performance e da pedagogia performativa, com o intuito de desenovelar suas especificidades. Desse modo, no interior do arquivo trabalhado, desponta o entendimento da pedagogia da performance como o grupo de práticas que se valem de elementos de performances artísticas em contextos de ensino/aprendizagem de Artes. Já a pedagogia performativa, aproximada a noções da antropologia e da performance social, traz à baila a abordagem de alunos e professores como performers de suas atuações sociais. Ambas as áreas advogam a favor da renovação das relações de ensino/aprendizagem, a partir do fomento à reflexão crítica e à consciência política e social dos sujeitos envolvidos. Entretanto, identifica-se que as noções de uma pedagogia performativa comumente aparecem no interior das discussões do campo da pedagogia da performance, mas o inverso tende a alcançar maior distanciamento.Palavras-chaves: Pedagogia performativa. Pedagogia da performance. Performance. Performatividade. Pedagogia do teatro.

Biografia do Autor

Charlie Wilson Oliveira de Sousa, Universidade Estadual de Maringá - UEM

Discente do curso de Artes Cênicas - Licenciatura em Teatro, do Departamento de Música e Artes Cênicas da Universidade Estadual de Maringá - UEM. E-mail: ra112942@uem.br. ORCID:. 0000-0002-5699-9541

Sidmar Silveira Gomes, Universidade Estadual de Maringá - UEM

Professor Adjunto do Departamento de Música e Artes Cênicas do Centro de Ciências Humanas e Artes da Universidade Estadual de Maringá - UEM. E-mail: sidmar.gomes@uol.com.br. ORCID:. 0000-0003-4177-2464

Referências

ANDRÉ, Carminda Mendes. O mar alto de pulsão: Um ensaio sobre pedagogia em performance. Sala Preta, São Paulo, v. 14, n. 1, p. 156-165, 2014. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/salapreta/article/view/81821. Acesso em: 07 ago. 2021.

ANDRÉ, Carminda Mendes. O que pode a performance na escola? Cad. CEDES, Campinas, v. 37, n. 101, p. 83-106, jan./abr. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ccedes/a/JdpG6rPHk9j6dfgScfcNjhn/?lang=pt&format=pdf. Acesso em: 07 ago. 2021.

AQUINO, Júlio Groppa; VAL, Gisela Maria do. Uma ideia de arquivo: contributos para a pesquisa educacional. Pedagogía y saberes, Bogotá, n. 49, p. 41-53, jul./dez. 2018. Disponível em: http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0121-24942018000200041&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 07 ago. 2021.

BELLO, Márcia Pessoal Dal. As performances da presença. Revista da Fundarte, v. 14, n. 27, p. 59-72, 2014. Disponível em: https://seer.fundarte.rs.gov.br/index.php/RevistadaFundarte/article/view/18. Acesso em: 07 ago. 2021.

BELLO, Marcia Pessoal Dal. Docência performática: a condição pedagógica como espaço de criação. Revista da Fundarte, v. 15, n. 29, p. 137-149, 2015. Disponível em: http://seer.fundarte.rs.gov.br/index.php/RevistadaFundarte/article/view/313. Acesso em: 07 ago. 2021.

BRAGA, Pedro Luiz; ZIMMERMANN, Ana Cristina. Auras do Professar: desterritorialização da autoridade no sentido da communitas e do entusiasmo. Rev. Bras. Estud. Presença, Porto Alegre, v.10, n.3, p. 1-29, 2020. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/presenca/article/view/92099. Acesso em: 07 ago. 2021.

CAON, Maria Paulina. Jogos, performance e performatividade na escola: das experiências corporais à problematização de discursos. Cad. CEDES, vol.37, n.101, p.107 – 130, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ccedes/a/nWNTG64gDt9w4DvsKrdSdCz/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 07 ago. 2021.

CASTRO, Celso. Pesquisando em Arquivos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2008.

FARGE, Arlette. O Sabor do Arquivo. São Paulo: Edusp, 2009.

HARTMANN, Luciana. Desafios da diversidade em sala de aula: um estudo sobre performances narrativas de crianças imigrantes. Cad. CEDES, Campinas, v. 37, n.101, p. 45-64, jan./abr. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ccedes/a/vG9dksbMq5TWfFBQmdQbzJx/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 07 ago. 2021.

HARTMANN, Luciana. Eles brincam de guerra mundial”: protagonismo infantil em narrativas de crianças imigrantes. Educação em Foco, Juiz de Fora, v. 23, n. 3, p. 923- 942, set./dez. 2018a. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/edufoco/article/view/20109. Acesso em: 07 ago. 2021.

HARTMANN, Luciana. Onça, veado e Maria: literatura infantil e performance em uma

pesquisa sobre diversidade cultural em sala de aula. Educar em Revista, v. 34, n. 67, p. 71-86, jan./fev. 2018b. Disponível em: https://www.scielo.br/j/er/a/BRxDrB85sqLtx9bzG376LDm/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 07 ago. 2021.

ICLE, Gilberto. Problemas teatrais na educação escolarizada: existem conteúdos em teatro? Urdimento, v. 2, n. 17, p. 71-77, 2011. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573102172011070. Acesso em: 07 ago. 2021.

ICLE, Gilberto; BELO, Márcia Pessoa Dal. A Performance da Oralidade Docente. Educação, Santa Maria, v. 39, n. 3, p. 529-539, set./dez. 2014. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/13936. . Acesso em: 07 ago. 2021.

ICLE, Gilberto; BONATO, Mônica Torres. Por uma pedagogia performativa: a escola como entrelugar para professores-performers e estudantes-performers. Cad. CEDES, Campinas, v. 37, n. 101, p. 7-28, jan./abr. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ccedes/a/5qxLFTmsgrbv8nZsBRt6ZLF/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 07 ago. 2021.

LOMBARDI, Lucia Maria Salgado dos Santos. Performances da Pedagogia: uma narrativa estético-pedagógica. Educar em Revista, v. 34, n. 67, p. 87-103, jan./fev. 2018. Disponível em: https://www.scielo.br/j/er/a/KzFkpwpvdXNXymZdKyvb9Yg/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 07 ago. 2021.

MACHADO, Marina Marcondes. A Criança é Performer. Educação & Realidade, v. 35, n. 2, p. 115-138, 2010. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/11444. Acesso em: 07 ago. 2021.

MARTINS, Pedro Haddad. Pedagogia em Performance: Uma abordagem do ensino do teatro na escola básica. Urdimento, v. 3, n. 36, p. 204-222, out./dez. 2019. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/15793. Acesso em: 07 ago. 2021.

PEREIRA, Marcelo de Andrade. Pedagogia da Performance: do uso poético da palavra na prática educativa. Educação & Realidade, v. 35, n. 2, p. 139-156, 2010. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/11084. Acesso em: 07 ago. 2021.

PINEAU, Elyse Lamn. Nos Cruzamentos Entre a Performance e a Pedagogia: uma revisão prospectiva. Educação & Realidade, v. 35, n. 2, p. 89-114, 2010. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/14416. Acesso em: 07 ago. 2021.

SCHECHNER, Richard. O que é performance? O Percevejo, ano 11, n. 12, p. 25-50, 2003. Disponível em: https://files.cercomp.ufg.br/weby/up/378/o/O_QUE_EH_PERF_SCHECHNER.pdf. Acesso em: 07 ago. 2021.

SCHECHNER, Richard; ICLE, Gilberto; PEREIRA, Marcelo de Andrade. O que pode a Performance na Educação? Uma entrevista com Richard Schechner. Educação & Realidade, v. 35, n. 2, p. 23-36, 2010. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/13502/7644. Acesso em: 07 ago. 2021.

ZÁPHAS, Ronaldo. Treinamento performativo como modos de existência. Revista Rascunhos, v. 4, n. 1, p. 92-104, 2017. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/rascunhos/article/view/36663. Acesso em: 07 ago. 2021.

Publicado

2022-02-05