Potências artísticas e pedagógicas do exercício improvisacional teatral Campo de Visão: uma criação a partir dos impulsos corais e das afetações

Autores

  • Robson Rosseto Universidade Estadual do Paraná - UNESPAR, campus de Curitiba II.
  • Tainá Roma

Resumo

Este estudo analisa o exercício de improvisação teatral coral Campo de Visão no desenvolvimento e criação de partituras corporais teatrais para composição de personagens na montagem teatral "Autômatos: self da inexistência”. O trabalho efetiva-se a partir de estímulos que os atores e atrizes recebem do condutor do exercício, que orienta o grupo a movimentar-se pelo espaço, com o intuito de entrar em sintonia e corporificar de forma coral  os impulsos recebidos. A pedagogia do condutor/professor de teatro também é tomada como foco de análise, com base na orientação dos atores e atrizes, na busca da ampliação de repertório gestual, expressados por seus impulsos, percepções e afetações mútuas. Palavras-chave: Campo de Visão. Improvisação. Formação de ator/atriz. Pedagogia Teatral.

Biografia do Autor

Robson Rosseto, Universidade Estadual do Paraná - UNESPAR, campus de Curitiba II.

Doutor em Artes da Cena pela Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP e Mestre em Teatro pela Universidade Estadual de Santa Catarina-UDESC. Docente do Programa de Pós-Graduação em Artes (PPGARTES) e coordenador do Curso de Licenciatura em Teatro, da Universidade Estadual do Paraná-Unespar, campus de Curitiba II. E-mail: rossetorobson@gmail.com. ORCID: https://orcid.org/0000-0002-7905-9819.

Tainá Roma

Graduada no Curso de Licenciatura em Teatro pela Universidade Estadual do Paraná-Unespar, campus de Curitiba II. Coordena o projeto CoCreation - Gemeinsam Potenziale entfalten und gestalten, vinculado a Lok Motion GmbH, em Berlim, Alemanha. E-mail: tainaroma@hotmail.com. ORCID: https://orcid.org/0000-0003-2440-095X.

Referências

ALVES, Rubem. A complicada arte de ver. Folha Online, São Paulo, 26 out. 2004. Seção Colunistas. Disponível em: http:/www1.folha.uol.com.br/folha/sinapse/ult1063u947.shtml. Acesso em: 02 jul. 2018.

BONDÍA, Jorge Larrosa. Notas sobre a experiência e o saber da experiência. Trad. João Wanderley Geraldi. Revista Brasileira de Educação, nº19, p. 20 - 28, Jan/Fev/Mar/Abr. 2002. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbedu/a/Ycc5QDzZKcYVspCNspZVDxC/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 02 jul. 2018.

BONFITTO, Matteo. O ator Compositor: as ações físicas como eixo: de Stanislavski a Barba. São Paulo: Perspectiva, 2002.

CHEKHOV, Michael. Para o ator. Trad. Álvaro Cabral. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2010.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

GONÇALVEZ, Michelle e LAZZARATTO, Marcelo. Ifigênia e o Campo de Visão: poesia visionária. Pitágoras 500, vol. 4, p. 39 - 53, abr. 2013. Disponível em: https://www.publionline.iar.unicamp.br/index.php/pit500/article/download/85/89. Acesso em: 02 jul. 2018.

CALVINO, Italo. Contos fantásticos do século XIX: escolhidos por Italo Calvino. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

LAZZARATTO, Marcelo. Campo de Visão: exercício de linguagem cênica. São Paulo: Escola Superior de Artes Célia Helena, 2011.

MEDEIROS, Fábio Henrique Nunes. Proposições da direção teatral para uma pedagogia com recursos do teatro de animação e/ou da dramaturgia da imagem. Urdimento: Revista de Estudos em Artes Cênicas, vol. X, p. 238 - 257, set. 2018. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573102322018238. Acesso em: 02 jul. 2018.

ROSSETO, Robson. Interfaces entre cena teatral e pedagogia: a percepção sensorial na formação do espectador-artista-professor. Jundiaí: Paco, 2018.

RYNGAERT, Jean-Pierre. Jogar, representar: práticas dramáticas e formação. Trad. Cássia Raquel da Silveira. São Paulo: Cosac Naify, 2009.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2011.

GONÇALVEZ, Michelle e LAZZARATTO, Marcelo. IFIGÊNIA e o Campo de Visão: poesia visionária. Pitágoras 500, vol. 4,p. 39 - 53, abr. 2013.

CALVINO, Italo. Contos fantásticos do século XIX: escolhidos por Italo Calvino. São Paulo: Companhia das Letras, 2004

LAZZARATTO, Marcelo. Campo de Visão: exercício de linguagem cênica. São Paulo: Escola Superior de Artes Célia Helena, 2011.

MEDEIROS, Fábio Henrique Nunes. Proposições da direção teatral para uma pedagogia com recursos do teatro de animação e/ou da dramaturgia da imagem. Urdimento: Revista de Estudos em Artes Cênicas, vol. X, p. 238 - 257, set. 2018.

ROSSETO, Robson. Interfaces entre cena teatral e pedagogia: a percepção sensorial na formação do espectador-artista-professor. Jundiaí: Paco, 2018.

RYNGAERT, Jean-Pierre. Jogar, representar: práticas dramáticas e formação. Trad. Cássia Raquel da Silveira. São Paulo: Cosac Naify, 2009.

Publicado

2022-02-05